História do fundador da Cnec, Professor Felipe Tiago Gomes

Dia 01 de maio - Aniversário de Felipe Tiago Gomes

Felipe Tiago Gomes nasceu no dia 1º de maio de 1921, no Sítio Barra do Pedro, município de Picuí, na Paraíba. Foi o filho caçula de Elias Gomes Correia e de Dona Ana Maria Gomes.
Alfabetizado pela irmã Francisca, em 1928, passando por escolas públicas de Picuí e pelo Colégio Pio XI. Fundou e presidiu o Grêmio Lítero Cultural Humberto de Campos em Picuí, dois antes de concluir o Curso Ginasial.
Já em Recife, convidado por um colega, Everardo Luna, Felipe foi morar na Casa do Estudante. Passou a trabalhar como porteiro e logo em seguida conseguiu o posto de bibliotecário. Do contato diário na biblioteca, ele pôde ter acesso a diversas obras literárias. Dentre elas, O Drama da América Latina, do escritor John Gunther, onde é retratada uma experiência de Haya de La Torre para a alfabetização de índios no Peru. Essa obra o influenciou e o despertou para a criação de uma instituição que visasse assegurar o direito de estudar aos milhares de jovens carentes. Dois anos depois, em 1943, fundou a Campanha do Ginasiano Pobre, que no futuro, tornou-se a Campanha Nacional de Escolas da Comunidade – Cnec.
Em 1944 ingressou na Faculdade de Direito do Recife, tornando-se representante da turma junto ao Diretório da Faculdade, posteriormente, presidente. Em 1946 tornou-se prefeito de Picuí (considerado, durante noves meses, o prefeito mais jovem do estado). Foi presidente do Diretório Central dos Estudantes da Universidade de Pernambuco e fundou o Teatro Universitário de Pernambuco.
Concluiu o curso de Direito em 1948 e, anos mais tarde, tornou-se integrante da Campanha de Erradicação do Analfabetismo no Estado do Rio de Janeiro e organizou o Movimento Popular de Alfabetização.
Foi colaborador do movimento cívico contra o analfabetismo no Estado do Espírito Santo, nomeado diretor do Departamento de Ensino Médio da Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro e, tornou-se membro diretor da Associação Brasileira de Educação. A partir de então, dedicou-se exclusivamente às ações da Cnec.
Professor Felipe Tiago Gomes faleceu em Brasília, no dia 21 de setembro de 1996, vítima de complicações cardíacas. Em sua trajetória de fundador e líder da CNEC, Felipe Tiago Gomes recebeu inúmeras homenagens, além de títulos de cidadão honorário de diversos estados da federação. É conhecido e respeitado por todos aqueles que conhecem o verdadeiro sentido de educar.
“A CNEC me convenceu de que o grande compromisso da vida é com o próximo”, uma das frases marcantes do Professor Felipe Tiago Gomes.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *